Home > Plano de Trabalho 2013/2014

Plano de Trabalho 2013/2014

Demandas e Objetivos Priorizados
01
Regulamentação do Conselho de Classe dos Técnicos de Segurança do Trabalho CONFETEST(1º).

a) Promover reavaliação do grau de interesse da categoria para regulamentação do Conselho de Classe - CONFETEST.
b) Retomar os trabalhos de mobilização para regulamentação do CONFETEST.
c) Dar continuidade na coleta de assinaturas para o abaixo assinado e busca de uma nova audiência com os Ministros.
d) Instituir Comissão Parlamentar para atuar na Regulamentação do CONFETEST, composta por membros da Frente Parlamentar pela Segurança e Saúde no Trabalho.

02
Realização de Congressos Regionais e Encontros Nacionais e Encontros Estaduais da Categoria, integrado com os sindicatos das bases, considerando as bases Estaduais, regionais e Nacional (4ª).

a) ENATEC - Encontro Nacional dos Técnicos de Segurança - Bienal da vinculado a FISP em São Paulo.
b) Realização do Congresso Nacional da Categoria dos Técnicos de Segurança do Trabalho em Brasília em 2015.
c) Realização de Encontros e ou Seminários Regionais nas 5 Regiões.

03
Melhora da qualidade e critérios de formação profissional e qualificação dos Técnicos de Segurança do Trabalho (1ª).

a) Interação com as políticas de formação e qualificação, bem como os credenciamentos dos profissionais.
b) Estruturar uma Comissão para construir formato de intervenção no sistema junto ao MEC, Estabelecimentos de ensino e controle social, com a participação dos vice-presidentes regionais.

04
Realização de Convenções e acordos coletivos com empresas de base nacional e/ou Interestadual, assessoraria jurídica o operacional para os sindicatos da base para obtenção das convenções coletivas com pisos, debatendo a importância da unificação das datas bases em 01 de Maio (1ª).

a) Instituição de Acordos ou Convenção coletivas com empregadores com base interestadual, por livre adesão.
b) Dar continuidade nas negociações com o SINAENCO - Sindicato Patronal das Empresas de Grandes Projetos.
c) Estruturar estrutura de parceria jurídica centralizada para subsidiar os sindicatos na construção e manutenção das convenções coletivas com viabilização de custeios.
d)Defender piso mínimo nacional para os Estados que ainda não tem convenção.
e)Fortalecer e promover o empenho da Comissão de Negociação composta por membros da Diretoria Executiva.

05
Fortalecer as estruturas de recursos dos sindicatos, buscando patrocínios ou parcerias de serviços de forma consensuado com o conselho de Presidentes, com base em pesquisas e indicadores, considerando as autonomia dos sindicatos (1ª).

a) Repasse de e financiamento de recursos para os sindicatos filiadas conforme procedimentos pré estabelecidos com critérios democráticos e privilegiado os objetivos de impactos coletivos.

06
Organização da estrutura operacional da FENATEST, com definição de atividades e busca de recursos e cooperação, delegando conforme critérios de gestão pactuados, contando minimamente com assessoria jurídica (5ª).

a) Estruturar os mecanismos de campanhas ou de mobilização social.
b) Rigor absoluto na gestão da federação e por seus membros, nos princípios e critérios da: Ética, Competência e Dignidade;
c) Fortalecimento das estruturas de suporte operacional dos sindicatos.
d) Estruturar 11 Comissões de trabalho, compostas pela diretoria, preservando as atribuições estatutárias: 1.Relações Institucionais; 2.Formação, Qualificação e Registro Profissional até a regulamentação do conselho;3.Eventos; 4.Legislação Prevencionista.; 5.Gestão Financeira; 6.Ética e CONFETEST; 7.Projeto Político; 8.Campanhas de Mobilização; 9. Banco de Dados; Cadastramento, Pesquisas e Indicadores; 10. Convenções e Acordos Coletivos; 11. Comunicação e Informações.

07
Fortalecer a imagem e ética da categoria e dos sindicatos, junto aos movimentos sociais e seguimentos ligados a Segurança e Saúde no Trabalho (3ª).

a) Fortalecer a imagem da Profissão, junto as instituições, sociedade organizada e seguimentos ligados a Segurança e Saúde no Trabalho.
b) Campanhas de fortalecimento da ética e identidade da profissão dos Técnicos de Segurança do Trabalho.

08
Promoção de Campanhas Nacionais sobre demandas de consideradas de grandes impactos e interesse social, como 28 de Abril, 28 de Julho, 27 de Novembro, difusão da Política Nacional de Segurança e Saúde no Trabalho (6ª).

a) Promover campanhas de difusão Segurança e Saúde no Trabalho, como forma de geração de emprego e trabalho digno para a categoria.

09
Estruturação de base de dados nacional e regionais, otimizar e disponibilizar sistema de comunicação entre os sindicatos (6ª).

a) Construção de uma base da dados dos Técnicos de Segurança do Trabalho, a nível Nacional e informatizada, com os indicativos de interesse da categoria.
b) Estruturar o site, otimizar uso das redes sociais integradas, , desenvolver sistema de rádios-web onde houver coberturas e ou outros mecanismos de melhorias de comunicação.
c) Consolidar registros das situações atualizadas de registros sindicais e procedimentos para regularização das documentações dos sindicatos filiados.

10
Formalização e legalização imediata de resgate e adesão dos sindicatos dissidentes ou desfilados com base na credibilidade e plano de trabalho convincente e participativo (2ª).

a) Ênfase na correção de rumos da FENATEST e fortalecimento da Identidade dos sindicados e da Categoria dos Técnicos de Segurança do Trabalho.

11
Tomada de posição da FENATEST em relação os cursos de Tecnólogos e Bacharel em Segurança do Trabalho (10ª).

a) Definir posição coletiva e consensual dos Técnicos de Segurança do Trabalho com relação os cursos e eventual legalização de Tecnólogos e Bacharéis em TST com base em eventuais conflito de habilidades, competência e empregabilidade.

15
Construção de (Informativo ou Boletim Eletrônico) periódico (7ª).

a) Desenvolver boletim eletrônico informativo, como periodicidade mensal a partir de 2014, com contratação de um estagiário(a) de Jornalismo, associando com as mídias sociais, especialmente com o site.

16
Estabelecer mecanismo de interação com os órgãos Municipais, Estaduais e Federal e Justiça do Trabalho(6ª).

a) Estabelecer dinâmica de relações políticas sindicais e promover a implementação de gestão de SST nos serviços públicos com base na PNSST-PLANSAT.

17
Ocupar espaços de forma qualificada nas comissões tripartites através das Centrais Sindicais (1ª).

a) Promover a inserção da representação da categoria nos grupos tripartites de atividades de Segurança e Suade no Trabalho, ocupando o espaço da Central Sindical CTB, a qual a Federação é filiada, estimulando os filiados buscar este espaço nas Centrais Sindicais em que estivem filiados.

18
Projetos Especiais relacionados com a Segurança e Saúde no Trabalho (9ª).

a) Instituição da Frente Parlamentar pela Segurança e Suade no Trabalho.
b) Unificação do Cadastro Nacional dos Técnicos de Segurança do Trabalho e das Empresas que Empregam os TSTs.
c) Emissão do Cartão de Credencial para a categoria, Centralizado na FENATEST, com recepção e entregas feitas pelos Sindicatos.

19
Fortalecimentos estrutural e político dos Sindicados da categoria (1ª).

a) Suporte para tramitação e custeios dos registros sindicais.
b) Otimização do uso do Programa GERSIN - Gerenciamento Sindical, através do SITE da FENATEST, como mecanismo informatizado para busca das contribuições Sindicais, com cadastro dos dados básicos das empresas empregadoras.
c) Busca de parceiros e patrocinadores dos eventos.
d) Fortalecimento da imagem, identidade e cultura prevencionista.

20
Estruturação de uma organização de pesquisas do setor de Segurança e Saúde no Trabalho e indicadores de interesse histórico, pesquisas e dados facilitadores para exercício da profissão de TST, com base na melhoria continua (8ª).

a) Efetuar campanhas periódicas de busca e consolidação de base de dados.
b) Instituições de indicadores de desempenho e divulgar.

21
Agenda de eventos integrados nas Regiões da Federação, harmonizada com os calendários, realizando Encontros ou Seminários Regionais, com interação dos vices presidentes regionais (2ª).

a) Promover e apoiar a realização e um Encontro Estadual Anual, na base de Todos os Sindicatos Filiados.
b) Promover e apoiar a realização de um Seminário regional Anual nas 5 Regiões, com critério rotativo.



Tabulação de Planos de Trabalho FENATEST

Demanda G U T Total GUT Prioridade OBS
01 5 5 5 125
03 5 5 5 125
04 5 5 5 125
05 5 5 5 125
20 5 5 5 125
27 5 5 5 125
10 5 4 4 80
52 5 4 4 80
07 4 4 4 64
02 3 4 5 60
06 5 5 2 50
08 3 3 3 27
09 3 3 3 27
18 3 3 3 27
15 3 3 2 18
29 2 2 2 8
22 2 1 1 2
11 1 1 1 1 10º
Obs.: As demais demandas foram consideradas de ações administrativas.