Home > Notícias > Segurança do Trabalho: Contrastes de um Sistema Amplamente Questionável

Parabéns, Estamos Aprendendo e Ensinando

SEGURANÇA DO TRABALHO: CONTRASTES DE UM SISTEMA AMPLAMENTE QUESTIONÁVEL


Por: Sandro Azevedo

Em: 25/11/2020

O pouco da experiência que temos adquirido com o passar dos anos, nos faz resgatar raízes profundas na essência do que somos, enquanto profissionais, enquanto prevencionistas e Técnicos de Segurança do trabalho, verdadeiramente capazes de redigir uma história não apenas de vitórias, mas de eternas conquistas.

Aprendemos que o importante não é proclamarmos nosso nome, conquistarmos o maior número de curtidas nas redes sociais, obtermos o maior número de seguidores, sermos os mais conhecidos, ou até mesmo, os mais conceituados entre os demais, tudo isso, apenas agiganta o nosso ego, afastando-nos da realidade, de que todos somos iguais, e assim sendo, enquanto muitos buscam poder em suas representações, sem ao menos se preocuparem com os rumos da nossa categoria profissional, outros, querendo ou não, silenciosamente, constroem o seu legado;

Aprendemos, que nem sempre podemos estar por cima, e olhando bem, isso não seria tão inteligente, se nós compreendêssemos que na vida profissional, às vezes precisamos nos colocar sobre os níveis mais inferiores da organização, para daí entendermos, que nem sempre aquele que se encontra no ápice da pirâmide, é o que de fato domina a liderança sob o chão da fábrica;

Aprendemos que fazer segurança no ambiente de trabalho, vai um pouco mais além, quando deixamos de ser meros reprodutores de teorias, e passamos a ser autores de uma história sem precedentes, afinal de contas, nossos olhos só enxergam aquilo que nós conseguimos entender;

Aprendemos que o comportamento humano, é responsável pela grande maioria dos acometimentos indesejados nas organizações, principalmente, aqueles envolvendo graves acidentes em cursos operacionais, mas por outro lado, também descobrimos que, somente a mente humana é capaz de gerir os riscos presentes em uma atividade. Desta forma, chegamos à conclusão de que uma expressiva parcela dos profissionais formados para a prevenção em nosso país, lamentavelmente, ainda não foram educados para lidarem com ela;

Aprendemos ainda, que mesmo com todas as mudanças e reformas em nossa legislação, todas as crises e fissuras em nosso sistema político-econômico brasileiro, permanecemos diferenciados pelo papel que exercemos dentro das organizações, e cabe a cada um de nós, transformar a vida do trabalhador, em um conjunto de princípios norteadores para a ciência prevencionista.

É desta forma, que nós que compomos a nova FENATEST, gostaríamos de prestar a nossa homenagem a todos os Técnicos de Segurança do Trabalho desse vasto e esperançoso Brasil.

Sandro de Menezes Azevedo

Presidente/ASPROTEST

Diretor de Assuntos Jurídicos e de Eventos/SINTEST-SE

Segundo Secretário Geral/FENATEST

Idealizador/Diretor-Presidente/Safenation Brasil