Home > Notícias > Dia do Técnico em Segurança do Trabalho

Notícias - Dia do Técnico em Segurança do Trabalho

Papel destes profissionais é ajudar na implementação de política de saúde e segurança no trabalho; remuneração média é de R$ 2.203.

Brasília, 27/11/2008 - Em todo o país, mais de 47 mil profissionais estão engajados com um único objetivo: o de reduzir os riscos de acidentes de trabalho. Conhecidos como técnicos em segurança do trabalho, eles exercem suas funções em empresas dos mais diversos ramos de atividades, o que faz com que o campo de atuação seja bastante vasto.

As empresas têm dado, ultimamente, um destaque maior em relação ao ambiente de trabalho justamente para proteger a vida, promover a segurança e saúde de seus empregados. E é ai que entra o papel destes técnicos: participar, por exemplo, da elaboração e implementação de política de saúde e segurança no trabalho, realizar auditorias e identificar as variáveis de controle de doenças, acidentes e qualidade de vida.

A segunda edição da REVISTA TRABALHO, também disponível na internet, abordou em uma de suas matérias a segurança química e o trabalho da Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho (Fundacentro) - braço do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

Mercado de trabalho - Dados da Relação Anual de Informações Sociais (Rais) de 2007 revelam crescimento na faixa salarial destes profissionais em relação ao ano anterior: passou de R$ 2.090 para R$ 2.203. Também cresceu o número de contratados com registro em carteira: hoje, são 47.836 profissionais contra 41.697 verificados em 2006.

A Classificação Brasileira de Ocupações (CBO) contem um vasto material para quem tem interesse em obter mais informações sobre a profissão. O exercício dessa ocupação requer formação de nível médio e curso técnico de segurança no trabalho. Além disso, é desejável ter competências pessoais como demonstrar capacidade de observação técnica, administrar conflitos, tomar decisões e ter capacidade de discernimento.

Cursos - Na página da Fundacentro é possível encontrar informações sobre os cursos na área de segurança do trabalho promovidos pela entidade.

Ordenado por Estado

Unidade Federação Empregos 2007 Rem. Média R$ Empregos 2006 Rem. Média R$
Acre 37 2.479,88 41 1.617,09
Alagoas 339 1.562,21 319 1.510,60
Amazonas 711 2.981,24 590 2.577,24
Amapá 89 1.659,26 60 1.521,01
Bahia 2.299 2.621,14 1.937 2.629,19
Ceará 846 1.472,91 767 1.363,57
Distrito Federal 531 1.687,22 501 1.429,96
Espírito Santo 1.283 1.737,88 881 1.508,34
Goiás 1.097 1.638,86 881 1.508,34
Maranhão 828 1.764,86 648 1.510,91
Mato Grosso 487 1.894,86 318 1.777,16
Mato Grosso do Sul 436 1.821,04 312 1.641,58
Minas Gerais 7.125 1.616,68 6.381 1.507,14
Pará 1.197 1.604,70 1.003 1.461,33
Paraíba 294 1.161,01 275 1.156,66
Paraná 2.766 1.907,93 2.405 1.857,63
Pernanbuco 1.125 1.417,08 952 1.378,93
Piauí 162 935,28 157 865,31
Rio de Janeiro 5.295 3.118,03 4.656 2.947,71
Rio Grande do Norte 524 2.278,26 457 2.045,39
Rio Grande do Sul 3.441 1.926,12 3.086 1.800,15
Rondônia 123 1.832,51 117 1.607,91
Roraima 20 1.955,85 12 1.858,06
Santa Catarina 1.960 1.771,96 1.772 1.723,81
São Paulo 14.283 2.598,25 12.452 2.485,81
Sergipe 425 2.294,71 358 2.120,90
Tocantins 113 1.802,62 73 1.451,83
Brasil 47.836 2.203,11 41.697 2.090,79

Ordenado por Número de Profissionais

Unidade Federação Empregos 2007 Rem. Média R$ Empregos 2006 Rem. Média R$
Roraima 20 1.955,85 12 1.858,06
Acre 37 2.479,88 41 1.617,09
Amapá 89 1.659,26 60 1.521,01
Tocantins 113 1.802,62 73 1.451,83
Rondônia 123 1.832,51 117 1.607,91
Piauí 162 935,28 157 865,31
Paraíba 294 1.161,01 275 1.156,66
Alagoas 339 1.562,21 319 1.510,60
Sergipe 425 2.294,71 358 2.120,90
Mato Grosso do Sul 436 1.821,04 312 1.641,58
Mato Grosso 487 1.894,86 318 1.777,16
Rio Grande do Norte 524 2.278,26 457 2.045,39
Distrito Federal 531 1.687,22 501 1.429,96
Amazonas 711 2.981,24 590 2.577,24
Maranhão 828 1.764,86 648 1.510,91
Ceará 846 1.472,91 767 1.363,57
Goiás 1.097 1.638,86 881 1.508,34
Pernanbuco 1.125 1.417,08 952 1.378,93
Pará 1.197 1.604,70 1.003 1.461,33
Espírito Santo 1.283 1.737,88 881 1.508,34
Santa Catarina 1.960 1.771,96 1.772 1.723,81
Bahia 2.299 2.621,14 1.937 2.629,19
Paraná 2.766 1.907,93 2.405 1.857,63
Rio Grande do Sul 3.441 1.926,12 3.086 1.800,15
Rio de Janeiro 5.295 3.118,03 4.656 2.947,71
Minas Gerais 7.125 1.616,68 6.381 1.507,14
São Paulo 14.283 2.598,25 12.452 2.485,81
Brasil 47.836 2.203,11 41.697 2.090,79

Ordenado por Salário

Unidade Federação Empregos 2007 Rem. Média R$ Empregos 2006 Rem. Média R$
Piauí 162 935,28 157 865,31
Paraíba 294 1.161,01 275 1.156,66
Pernanbuco 1.125 1.417,08 952 1.378,93
Ceará 846 1.472,91 767 1.363,57
Alagoas 339 1.562,21 319 1.510,60
Pará 1.197 1.604,70 1.003 1.461,33
Minas Gerais 7.125 1.616,68 6.381 1.507,14
Goiás 1.097 1.638,86 881 1.508,34
Amapá 89 1.659,26 60 1.521,01
Distrito Federal 531 1.687,22 501 1.429,96
Espírito Santo 1.283 1.737,88 881 1.508,34
Maranhão 828 1.764,86 648 1.510,91
Santa Catarina 1.960 1.771,96 1.772 1.723,81
Tocantins 113 1.802,62 73 1.451,83
Mato Grosso do Sul 436 1.821,04 312 1.641,58
Rondônia 123 1.832,51 117 1.607,91
Mato Grosso 487 1.894,86 318 1.777,16
Paraná 2.766 1.907,93 2.405 1.857,63
Rio Grande do Sul 3.441 1.926,12 3.086 1.800,15
Roraima 20 1.955,85 12 1.858,06
Brasil 47.836 2.203,11 41.697 2.090,79
Rio Grande do Norte 524 2.278,26 457 2.045,39
Sergipe 425 2.294,71 358 2.120,90
Acre 37 2.479,88 41 1.617,09
São Paulo 14.283 2.598,25 12.452 2.485,81
Bahia 2.299 2.621,14 1.937 2.629,19
Amazonas 711 2.981,24 590 2.577,24
Rio de Janeiro 5.295 3.118,03 4.656 2.947,71